terça-feira, 26 de julho de 2011

Os numeros reais de torcida no Brasil

Achei interessantíssima essa matéria do blog do Odir sobre as torcidas que se auto consideram nações e resolvi posta-lá na integra para uma analise profunda do numero real de torcedores. 




No último jogo do alvinegro da capital, uma imensa faixa, produzida pelo departamento de marketing do clube, foi estendida no tobogã com os seguintes dizeres: “Uma nação com mais de 30 milhões de habitantes”. Ora, esta informação está longe de ser verdadeira, mas faz parte do plano de se criar uma grandeza para justificar os favorecimentos.

Como justificar que os governos municipal e estadual de São Paulo, diante de tantas urgências sociais, como hospitais, escolas, moradia, reservem centenas de milhões de reais para se construir o estádio de um clube? Como justificar a cota maior paga pela tevê? Ou a verba maior que o clube pede pela publicidade em sua camisa? Ou os privilégios da CBF?
Assim, a mentira de que o time tem 30 milhões de torcedores precisa ser repetida, repetida, até que todos acreditem nela (acho estranho que alguns jornalistas corintianos, que se julgam inteligentes, não contestem esta informação, ou, convenientemente, finjam não refletir sobre ela).
Outros detalhes preocupantes desta faixa é a tendência, facista, de transformar uma torcida de futebol em instituição independente, com leis próprias. Expressões como “república popular” e “nação” fogem do contexto esportivo e entram no campo político.
Quanto aos números reais do universo de torcedores brasileiros, uma análise, mesmo superficial, já mostra que eles são muito mais discretos do que alguns gênios populistas do marketing querem nos fazer crer.
O Brasil, segundo censo do ano passado, tem 190 milhões de habitantes. A grande maioria destas pessoas não dá a mínima para o futebol. Não acompanha o esporte, não vai a estádios, jamais comprou uma camisa de clube ou possui qualquer objeto ligado a um time de futebol.
Pesquisas às quais eu tive acesso há uns seis anos mostravam que apenas 20% dos brasileiros eram, efetivamente, torcedores do futebol. Digamos que houvesse grande margem de erro e que esta porcentagem fosse de 30%. Ainda assim o número real de torcedores de um time é bem menor do que os marqueteiros apregoam.
Só duas torcidas no Brasil?!
Trinta por cento da população do Brasil significa 57 milhões de pessoas. Veja que só por esta primeira informação, a conta do alvinegro paulistano já não bate. Se só ele tem 30 milhões, e se está atrás do Flamengo, então chegaríamos à inacreditável conclusão de que ambos congregam mais do que todos os torcedores brasileiros. São-paulinos, palmeirenses, vascaínos, cruzeirenses, santistas, atleticanos, colorados, tricolores, botafoguenses, seriam apenas frutos de uma ilusão coletiva.
Na verdade, este total de, na melhor das hipóteses, 57 milhões, é que deve ser dividido entre os muitos clubes do Brasil. E aí vem outro erro contumaz: o de imaginar que os grandes clubes de Rio e São Paulo têm a maior parte dos torcedores em todas as regiões do País.
Sabe-se que nos Estados nos quais o futebol tem maior projeção – como Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraná, Goiás, Santa Catarina –, os times locais possuem as maiores torcidas.
Com a tendência cultural da regionalização, as pessoas estão passando a torcer, prioritariamente, para clubes de sua cidade ou estado, o que acabará restringindo o universo dos torcedores dos grandes times.
Os números reais das torcidas no Brasil são bem mais fragmentados do que se pode imaginar. As diferenças não são tão grandes como as pesquisas “oficiais” fazem acreditar. A Timemania, que todas as semanas consulta milhões de brasileiros sobre o seu “time do coração”, mostra as porcentagens com uma precisão bem maior.
No resultado acumulado deste ano, que já está para completar o seu sétimo mês, todos os times mais populares aparecem, porém o percentual de cada um está longe de ser tão discrepante como querem algumas “pesquisas”. Veja:
Timemania – Apostas acumuladas de 2011 e valor devido aos clubes
1º FLAMENGO RJ 2.477.519 6,28%
2º CORINTHIANS SP 1.867.765 4,73%
3º SANTOS SP 1.505.782 3,82%
4º GREMIO RS 1.438.058 3,65%
5º SAO PAULO SP 1.434.483 3,64%
6º PALMEIRAS SP 1.407.183 3,57%
7º INTERNACIONAL RS 1.281.423 3,25%
8º VASCO DA GAMA RJ 1.207.376 3,06%
9º BOTAFOGO RJ 1.071.093 2,72%
10º CRUZEIRO MG 1.054.432 2,67%
11º FLUMINENSE RJ 1.015.828 2,58%
12º ATLETICO MG 874.968 2,22%
13º BAHIA BA 863.009 2,19%
14º FORTALEZA CE 718.357 1,82%
15º GOIAS GO 597.585 1,51%
16º CORITIBA PR 580.082 1,47%
17º CEARA CE 579.728 1,47%
18º VITORIA BA 564.869 1,43%
19º ABC RN 559.167 1,42%
20º ATLETICO PR 492.736 1,25%
Alvinegro paulistano não chega a sete milhões de torcedores
Por maior que seja margem de erro da Timemania como pesquisa, por mais que tenha aumentado a quantidade de brasileiros que se ligam no futebol e torcem por um time, ainda assim é muitíssimo improvável que o alvinegro da capital tenha mais do que 6,5 milhões de torcedores em todo o país. Com a maior das boas vontades poderia se chegar a sete milhões, ou seja, um pouco mais do que o seu resultado na Timemania.
Quanto ao Santos, deve alcançar, no máximo, 4,5 milhões de torcedores. Sei que o marketing santista divulga um número maior. Para todos os grandes clubes, na verdade, é proveitoso superdimensionar os integrantes de suas “nações”, pois com eles vêm a valorização da marca. Mas a realidade é bem outra.

7 comentários:

victorferro disse...

O Engraçado é que todos os times grandes do Brasil trazem (segundo seu Post) informações erradas sobre o verdadeiro número de torcedores, só não entendo por que colocar o Corinthians como alvo principal do Post, e o único que estampa o mesmo com uma imagem, uma vez que a torcida do Flamengo é a maior do Brasil e do mundo.
Então o Flamengo deveria ser o alvo principal do Post? Não!
Quando o assunto é futebol, ainda mais em um país onde o futebol é tradição, você tem que saber que muitos vão concordar com você, mas milhões de outros vão discordar.
Logo, projetar um Post com base nessas estatísticas, no mínimo, deveria citar o nome de outros clubes grandes brasileiros que também (novamente segundo seu Post) mentem sobre o número real de torcedores.
Outra coisa, o número real de torcedores de um determinado clube nunca vai ser conhecido, uma vez que a cada segundo nascem/morrem torcedores no país, além de que o governo em associação com a FIFA ou até mesmo a CBF, não tem uma contagem real em cada município do país para saber o time dos moradores de cada residência.
Essa contagem de torcedores é feita pela própria FIFA, com base nas estatísticas de pessoas cadastradas em um determinado clube, lembrando que milhões de torcedores fanáticos não vão a estádios (por diferentes motivos) e não são associados ao clube, apenas torcem.
Segundo o último ranking das maiores torcidas do mundo organizado pela FIFA, o Corinthians é o segundo brasileiro que aparece na lista, seguindo em 4º lugar, com 24 milhões de torcedores, o São Paulo está em 7° com 15,3 milhões.
Pode parecer um número muito grande para a população de 190 milhões do Brasil, mas se você olhar o número da torcida dos times como Palmeiras, Internacional e Santos (considerados times grandes) juntos não chegam ao número de torcedores do Corinthians, a diferença do número de torcedores dos times grandes do Brasil é muito grande.
Exemplo:..
Corinthians - 24 milhões...
São Paulo – 15 milhões...
Palmeiras – 11,8 milhões...
Vasco – 10 milhões...
Cruzeiro – 6,7 milhões...
Grêmio – 6,4 milhões...
Santos – 4,9 milhões...
Internacional – 4,7 milhões...
Atlético MG – 3,6 milhões...
Acho que é sempre válido pesquisar mais do que você acha necessário, e com base em fontes verdadeiramente confiáveis, e não em fontes de torcedores rivais que invetam estatísticas sobre outros times para que sua torcida inteira concorde.
Para quem quiser olhar, segue abaixo um link confiável, do site da própria FIFA, falando sobre as 2 maiores torcidas do continente, somando mais de 60 milhões de torcedores, Corinthians e Flamengo.

http://pt.fifa.com/worldfootball/clubfootball/news/newsid=1200495.html

30 de julho de 2011 21:29
Bruno disse...

victorferro seu post é dos que acreditam nessas pesquisas feitas
para megavalorizar as marcas dos grandes . Nao o culpo , porém peço que
reflita um pouco mais antes de acreditar no que os "GRANDES" dizem .

Com absoluta ctz cerca de NO MAXIMO 30% da população realmente acompanha
futebol vai ao estadio compra produtos do time e etc . Flamengo e Corinthians principalmente tem um grande apelo midiatico...tentam todos
os dias ganhar novos torcedores através da televisao .

Fortaleza Paysandu Ceara Sport Santa Cruz Bahia entre outros tem muita força em seus estados diminuindo consideravelmente " o numero de torcedores do dito GRANDES do futebol " .

Torcida do Botafogo Fluminense Santos Atletico MG Cruzeiro ditos de torcidas grandes só tem força expressiva em seus respectivos estados . Moro em Fortaleza e aqui é MUITO RARO se ouvir falar que alguém torce os times acima citados .

TEM MUITA COISA POR TRÁS DESSAS PESQUISAS INTERESSES ECONOMICOS PRINCIPALMENTE mas pode ter ctz que a resistencia ( times de menores expressao ) tem suas torcidas crescendo a cada ano havendo uma VALORIZAÇÃO REGIONAL . Acredito que chegaremos numa epoca que apenas irao "existir torcedores regionais" com a conscientização sobre valorizar o que é a sua terra e suas origens .

31 de julho de 2011 07:22
Adriana disse...

"...criar uma grandeza para justificar os favorecimentos" Dureza hein, meu caro? Pára com isso. . .ou vai virar fixação!

31 de julho de 2011 08:14
Alex disse...

Também concordo com o fato de que nem metade da população brasileira se interessa por futebol, acho que só deveriam ser computados os torcedores que realmente vão ao estádio, sócios, pessoas que compram artigos do clube ou que assitem em casa ou em bares aos jogos, afinal de contas são estes que desenvolvem o mercado do futebol. O ranking das torcidas é basicamente este das pesquisas, porém o número de torcedores é pura balela, sem comentar que existem milhões de pessoas que apenas simpatizam com algum clube ou até mesmo torcem para dois clubes, um a nível regional e outro nacional, aí que entra o caso de Flamengo e Corinthians, clubes com maior torcida no país, porém uma grande fatia destes apenas simpatizantes, que apenas acham legal torcer para esses clubes porque são bajulados pela mídia, e com toda razão, são mais lucrativos que Cruzeiro, Grêmio e Inter, clubes de fora do eixo, com 80% de seus torcedores concentrados em seus estados e onde os valores de mídia são bem menores que no eixo Rio-SP. Do jeito que as coisas vão, com a disparidade crescente de cotas de tv e patrocínios o futuro do futebol brasileiro será como ocorre na Espanha ou Inglaterra, 3 ou 4 clubes dominando, será muito ruim para o futebol nacional, mas garanto que a mídia em geral não pensa desse jeito.

31 de julho de 2011 10:13
Rafael disse...

ANTI CORINTIANO FILHA DA PUTA!

13 de junho de 2012 17:18
TONHAO disse...

Cara sabe o que eu acho gozado, moro em uma região chamada litoral de são paulo já ouviram falar? já né geralmente suas mulheres e filhas vem chupar nosso pau e dar o rabo nas férias enquanto vocês estão trabalhando aí na capital aí quando vcs descem no ano novo e passam pela gente que nem casalsinho comportado a gente dá uma risadinha eheheh.
Podem se deliciar com essa merda de pesquisa furada enquanto eu me delicio com elas e eu prometo que quando gozar na boca delas vou gritar gol do SANTOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS !
NEYMAR È O NOME DELE,
aí elas falam eu sou corinthiana aí eu falo então engole !

22 de outubro de 2012 20:43
paulista disse...

não acredito que Flamengo e Corinthians tenham esses tantos de torcedores,a diferença entre torcer e admirar é um dos fatores que interferem nessa contagem , moro em Pernambuco , as pessoas admiram mas a maioria não torcem para times de fora do estado ( Sou Torcedor do Cruzeiro como muitos aqui de PE ) outro fator é a globo fazendo popular o que não é . Acho que não existe torcida do flamengo nem do corinthians só admiradores coisa que não se deve contar.

29 de março de 2014 09:26

Postar um comentário